O modelo a seguir é uma descrição geral de um projeto conforme as orientações PIBIC. Outras instituições podem esperar estruturas um pouco diferentes: fique sempre atento ao que for requisitado em edital específico.

A primeira página é a Folha de rosto, contendo:

  • Título do projeto;
  • Autor;
  • Coautor (se for o caso);
  • Orientador responsável;
  • Local onde o projeto será desenvolvido
  • Ano da realização da pesquisa.

As próximas páginas serão o conteúdo propriamente dito do seu projeto:

  1. Introdução
  2. Objetivos
  3. Métodos
  4. Referências bibliográficas
  5. Cronograma
  6. Orçamento e fonte de financiamento
  7. Apêndices

Vamos descrever brevemente o que é esperado em cada uma das seções.

I. Introdução

Define a questão da pesquisa, estando normalmente relacionada ao objetivo geral. Deve ser concisa e conter informações relevantes e atuais da literatura (com as respectivas citações de referências bibliográficas). Deve explicar a importância e relevância do projeto e descrever os potenciais benefícios que o projeto trará.

II. Objetivos

O objetivo estabelece a direção para a pesquisa, ou seja, declarar os objetivos num projeto significa explicitar os propósitos da pesquisa – relaciona-se com o objetivo específico. Devem ser claros, factíveis e, portanto, não serem vagos. A redação de um objetivo começa com verbos no infinitivo (como “analisar”, “identificar” e “comparar”). Os objetivos costumam ser classificados em geral e específico:

  •    Um objetivo geral expressa o foco central ou a principal ação que se pretende alcançar em um estudo e deve se relacionar diretamente com o objeto de estudo.
  •    Os específicos são ações que desdobram a ação geral ou apontam para dimensões do foco central a serem atingidas.

III. Métodos

Abaixo temos algumas das informações que são esperadas para a seção “Métodos”  do projeto, subdivididas em itens apenas para facilitar a compreensão.

Divisão Descrição básica
A) Desenho do estudo Qual é o tipo de estudo. Deve ser especificado e adequado para atender aos objetivos.Exemplo: Transversal, caso-controle, coorte…

ATENÇÃO: Somente retrospectivo ou prospectivo não define o desenho do estudo.

B) Campo de estudo Onde será realizado o estudo (pode ser: bairro, instituição, departamento…) e

Motivo de escolha do campo.

C) População do estudo Quem o projeto pretende estudar.
D) Amostra O tamanho amostral deve ser definido. Estudos que pretendem testar hipóteses devem conter um cálculo de tamanho de amostra, baseado no tamanho do efeito esperado (dados da literatura). Também deve definir como conseguirei a amostra.
E) Critérios de inclusão e exclusão Como escolherei quem participa e quem não participa (e os porquês).Os critérios de inclusão devem ser específicos, definindo a população do estudo. Os critérios de exclusão devem ser parcimoniosos.

ATENÇÃO: Os critérios de exclusão não são os opostos dos critérios de inclusão!

F) Variáveis do estudo Citar as variáveis que serão coletadas e estudadas. O que vou analisar? Quais dados serão captados?
G) Procedimentos de pesquisa Descrever, em detalhes e em sequência

  • O conjunto de procedimentos de pesquisa que serão executados.
  • Como as variáveis de estudo serão coletadas.

Caso sejam utilizados questionários para entrevistas ou formulários para coleta de dados, apresentar como anexos.

H) Análise estatística Devem estar descritos os métodos estatísticos que serão utilizados (medidas e testes), assim como o nível de significância estatística que será adotado.
I) Questões éticas Especialmente importante se envolve humanos ou animais. O projeto deve ter sido submetido ao Comitê de Ética em Pesquisa em Seres Humanos ou Comissão de Ética no Uso de Animais.

Quando envolver seres humanos, os participantes deverão concordar em participar do estudo e deverão assinar o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (O TCLE, quando aplicável, deve ser um dos anexos). Os pesquisadores envolvidos comprometem-se a manter a confidencialidade dos dados.

IV. Referências bibliográficas

As fontes utilizadas e citadas no texto do projeto devem ser listadas no final do projeto. Devem estar numeradas e  formatadas corretamente segundo a Norma da Faculdade (Vancouver).

V. Cronograma

Normalmente é apresentado como um quadro ou lista com períodos e atividades que serão realizadas. Veja um exemplo para 2016 – 2017

Ano 2016 2017
Meses J F M A M J J A S O N D J F M
Pesquisa bibliográfica
Coleta de dados
Construção do banco de dados e Análise estatística
Discussão dos dados
Redação do artigo científico
Apresentação

VI. Orçamento e Fonte de financiamento

O orçamento de pesquisa deve ser apresentado, principalmente, em projetos com financiamento para a realização da pesquisa; pode ser estruturado por natureza de despesa e por fase da pesquisa. Recomenda-se ser específico (para cada item: material permanente, material de consumo, pessoal, etc).

Quando o orçamento de um projeto foi aprovado por um órgão de fomento, deve constar a fonte financiadora.

VII. Apêndices

Complementa as informações do projeto. Exemplos: Termo de Consentimento Livre e Esclarecido, Instrumento de coleta de dados, Ficha de observação.

Fonte: Anexos do Edital para PIBIC – I, II e III.